– procura-se

Hora: 00:36 – Ouvindo: Lana Del Rey – Dark Paradise

Meus olhos pesam. Meus sonhos transbordam. Minhas esperanças pendem. Sabe, a vida está boa. Definitivamente, boa. Tranquila. Tenho me tornado amigo de várias novas pessoas e muitas delas desempenham um papel em minha vida que nem elas mesmas imaginam. Mas… Não sei… Falta algo. Sabe aquele cheio que você sente dentro de si quando tudo está tão vazio ao mesmo tempo? O cômodo mais especial do meu coração tem estado desabitado há um longo tempo já. Aqui e acolá alguém pensa em bater na porta dele – ou imagino que irão bater – mas estão apenas passando. São apenas transeuntes. São apenas passageiros da vida. Aquelas velhas perguntas têm me voltado e revoltado a mente por esses dias. Continuar lendo

Anúncios

– andarilho

Hora: 23:14 – Ouvindo: Ed Sheeran: Autumn Leaves

Sabe, olhando fotos de algumas pessoas… Sinto uma falta tão grande de meus amigos da Igreja. Só parece injusto que eu more numa cidade onde eu tenha nenhum amigo próximo que compartilhe da mesma fé que eu. Eu olho essas fotos de grupos de amigos e fico tão feliz por eles, me sinto tão apaixonado por cenas de pura diversão saudável, mas ao mesmo tempo me dói estar longe dos meus amigos com quem eu poderia ter o mesmo tipo de diversão… Entende? Sair só pra rir, só pra jogar papo fora, pra tirar foto, só para ser bobo… Continuar lendo

– eles

melhor_amigo

Hora: 19:30 – Ouvindo: Shinedown – If You Only Knew

Eu queria tê-los sempre comigo. Queria carregá-los para todas as direções em todos os caminhos e voar em todos os ventos e mergulhar em todas as águas com eles. Queria, se pudesse, carregá-los como anéis – sempre podendo olhar para eles, sempre podendo estar ao alcance de meus dedos. Jamais imaginei que a falta deles me deixaria como um cômodo vazio, incômodo.

Continuar lendo

– duas vezes

tumblr_l6u8wiy4pm1qbhwnxo1_500

Hora: 20:47 – Ouvindo: Plain White T’s – Hey There Delilah

E ali estávamos. Praticamente no mesmo lugar onde nos conhecemos, quase no mesmo horário até. Seus olhos cintilaram em minha direção como da primeira vez e minha respiração repentinamente me deixou. Nunca consigo mantê-la quando seus olhos esbarram nos meus e chegam acompanhados com seu tímido e fino sorriso. Na verdade, acho mesmo é que fico tão fascinado e enebriado com sua beleza que acabo esquecendo de respirar.

Continuar lendo

– 23 dias

Hora: 00:12 – Ouvindo: Boys Like Girls – Two is Better Than One

Ela foi embora. Agora é de fato. Agora é a realidade. Ela não está mais ao meu alcance, ela não está na cidade vizinha onde eu poderia ir a qualquer hora ou de onde ela poderia sair quando quisesse. Ela foi embora, ela realmente foi. Foi um misto de sentimentos que senti na hora, algo entre tristeza e conformismo. É o melhor para ela, disso eu sei… Mas quem disse que é o melhor para mim? Talvez até seja se nosso namoro conseguir resistir à distância até Julho quando eu for para lá. Isso já é uma decisão tomada também: se eu conseguir um lugar para ficar e o dinheiro da passagem, eu irei.

Ela me deu um abraço rápido… O mais rápido dos abraços que ela deu naquele momento. Confesso que senti inveja e ciúme de um amigo dela, a quem ela mais demorou abraçando. Confesso também que passei todo o tempo em que estávamos lá esperando o ônibus com ciúmes do jeito que eles se falavam. Era tudo muito próximo e aos cochichos, não gostei, mas como um bom namorado; comportei-me, afinal eles são amigos e eu já tive provas o suficiente para saber que ela é assim com todo mundo.

Trocamos presentes improvisados também. Depois dela muito insistir para ficar com minha camisa listrada e eu dar a ela, ela me deu na parada uma camisa também, ela é preta e carrega consigo todo o cheiro dela o qual eu passei um bom tempo cheirando e querendo chorar.

Eu não sei como pude me apaixonar assim tão rápido. Foram apenas 23 dias juntos, menos de um mês, pouco mais de 500 horas juntos e eu já sinto a falta dela como se tivessem levado meus pulmões naquela bagagem dentro do ônibus. Eu sei que não vou ficar tranqüilo enquanto não tiver notícias que ela chegou lá bem, não vou me aquietar e parar de suspirar toda vez que penso nela enquanto ela não me mandar um recado ou um depoimento contando como foi a viagem.

Eu a amo. Ela sabe disso e disse que me ama também. Não sei como isso foi acontecer tão rápido. Lembro do dia em que ficamos a primeira vez, lembro o que ela vestia e bebia, lembro como me olhava e sorria. Como eu fui burro em perder todo um ano em que podíamos ter estado juntos…

Eu lembro que quando ela disse que gostava de mim, eu pensei “Isso podia ser alguma coisa em minha vida.” Mas eu atrasei isso, e agora eu a perdi temporariamente e a machuquei irreparavelmente.

Me espera, por favor. Nós ficaremos juntos outra vez. ❤