Almas

Alguns que aparecem aqui e dão uma lida nos meus posts podem ficar se perguntando quem é Fernando, Gustavo e Guilherme, Cássio e Eduardo, já que me chamo Alexandre. Bem, para isso criei essa página, para explicar quem são eles.

Eu costumo escrever meus textos sobre a influência de seis personalidades distintas. Digo seis, por que há uma personalidade chamada Alexandre, que é a que mais uso e mais frequente no dia-a-dia.

Deixem-me falar um pouco sobre eles:

Alexandre Moreira – O que escreve meus livros, meus contos e tudo relacionado aos meus livros. O cara que é racional, e só liga para o lado real das coisas. É ele que mais escreve e mais pensa em tudo. Ele tende a ser um pouco infiel e incrédulo em tudo que ele não possa ver com os próprios olhos ou ter uma comprovação científica. O Alexandre é meio calado, sério, sempre na dele. Ele é que sempre tenta acalmar os ânimos entre os outros três quando eles entram em conflito.

Fernando Sousa – O que desenha e escreve histórias infantis. Ele é o ingênuo e mais infantil dos quatro. É ele que sempre se engana com os outros e que sempre perdoa. Por mais que o magoem, ele simplesmente não consegue ficar zangado com uma pessoa por mais de um dia. O grande problema do Fernando é essa falta de amor-próprio, essa submissão que ele tem para com os outros , é isso que o derruba muitas vezes e dá espaço para o Gustavo ou o Guilherme tomar conta de situação. Apesar disso tudo, ele é o feliz da história toda, sempre está de bem com tudo, ele é o engraçado e  brincalhão.

Gustavo Prado – O que escreve mais no meu blog. Ele é o cara triste e solitário, o que sofreu por amores não-correspondidos, o que se contentou com a solidão. É ele que faz os outros se emocionarem com o que escreve. O Gustavo tem noção de tudo que sofreu/sofre, ele sabe o quanto o coração já penou na mão de pessoas que não souberam cuidar dele. Ele é o mais triste de todos devido a todas essas situações ruins, quando algo de ruim acontece, todos os outros correm e deixam ele no controle já que ele já estar acostumado a lidar com isso – com exceção do Guilherme que algumas vezes fica para enfrentar a situação.

Guilherme Alcântara – O que odeia tudo, é o mal-humorado. Ele não escreve muito, prefere falar, mas quando escreve, tudo é cheio de ódio e mágoa ou ainda sarcasmo ferino. É ele o cara que machuca e se vinga, é ele que dá socos com palavras. O Guilherme não gosta muito dos outros três companheiros,  mas sabe conviver bem, apesar de que quando aparece pode sair fazendo coisas que prejudique depois um dos outros. Por ser tão impaciente com tudo, às vezes, repentinamente, ele  toma o controle e sai fazendo o que quer sem se importa com  nada além de si mesmo. É um péssimo conselheiro já que não acredita em bons sentimentos, desculpas sinceras, perdões mais sinceros ainda, fé e amizade e muito menos amor eterno.

Cássio Duarte – O que não gosta de escrever, de ler ou perdendo tempo. Ele é o cara que raramente – quase nunca – aparece aqui, prefere fazer tudo por si mesmo e às escondidas. Ele só se importa consigo mesmo e com o que pode ganhar, com o lucro, com o prazer.  Tudo o que ele vive é uma eterna noite carnal e licenciosa. É o cara que esquece do pudor, do bom-senso e do caráter. Nem vale muito a pena falar sobre ele. Provavelmente ele riria e soltaria qualquer palavrão chulo se visse essa descrição dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s