– paranoia

screenhunter_112-feb-02-12-42

Os olhos fervilham, é como se centenas de pequenas bolhas de refrigerante estivessem espumando em meus olhos. Eu sinto um arrepio frio subir pelos meus braços, cruzando meu pescoço e atingindo com força meus olhos. Fecho-os automaticamente para não deixar minhas lágrimas verem a saída. Sinto vultos frustrarem meus pensamentos que não encontram lógica no que começo a pensar. Eu fico tão envergonhado de me sentir assim tão fraco. De não conseguir barrar esse sentimento tão ruim que me pisa e me faz sentir só. Continuar lendo

– melhor tiro

Hora: 11:25 – Ouvindo: Ed Sheeran – Sunburn

Tem dias que quero escrever aqui e tem dias que sei que vou escrever aqui. Hoje é um dos dias que eu acordei sabendo que viria descarregar aqui. Tanta coisa aconteceu. Mais um mês. Mais um nome. Mais uma ferida. E uma das grandes agora. Cara… Sei lá, eu acho que eu sou o responsável por arruinar toda relação que tenho, seja ela social ou amorosa. Eu sinto que sempre incomodo ou sou apenas levemente aceito. Eu sinto que sou trocado muito fácil.

Continuar lendo

– procura-se

Hora: 00:36 – Ouvindo: Lana Del Rey – Dark Paradise

Meus olhos pesam. Meus sonhos transbordam. Minhas esperanças pendem. Sabe, a vida está boa. Definitivamente, boa. Tranquila. Tenho me tornado amigo de várias novas pessoas e muitas delas desempenham um papel em minha vida que nem elas mesmas imaginam. Mas… Não sei… Falta algo. Sabe aquele cheio que você sente dentro de si quando tudo está tão vazio ao mesmo tempo? O cômodo mais especial do meu coração tem estado desabitado há um longo tempo já. Aqui e acolá alguém pensa em bater na porta dele – ou imagino que irão bater – mas estão apenas passando. São apenas transeuntes. São apenas passageiros da vida. Aquelas velhas perguntas têm me voltado e revoltado a mente por esses dias. Continuar lendo

– árvores

Hora: 12:46 – Ouvindo: Breaking Benjamin – Rain

Você já sentiu como se todo mundo secretamente – ou não – esperasse que você fizesse algo e você não soubesse como fazer? Já sentiu a pressão de olhares e palavras? Você já ouviu um suspiro de decepção que te doeu mais do que uma pedrada? Você já quis conversar, se abrir, se explicar, mostrar que você também tem fraquezas mas tudo o que encontrou foi uma parede branca? Já sentiu seu coração sendo envolvido por uma folha em branco que ia apertando, apertando, apertando até você perder o ar? Você já se sentiu como apenas um montinho de terra sem importância de verdade? Continuar lendo

– andarilho

Hora: 23:14 – Ouvindo: Ed Sheeran: Autumn Leaves

Sabe, olhando fotos de algumas pessoas… Sinto uma falta tão grande de meus amigos da Igreja. Só parece injusto que eu more numa cidade onde eu tenha nenhum amigo próximo que compartilhe da mesma fé que eu. Eu olho essas fotos de grupos de amigos e fico tão feliz por eles, me sinto tão apaixonado por cenas de pura diversão saudável, mas ao mesmo tempo me dói estar longe dos meus amigos com quem eu poderia ter o mesmo tipo de diversão… Entende? Sair só pra rir, só pra jogar papo fora, pra tirar foto, só para ser bobo… Continuar lendo