– inverso

370--buster

Hora:08:50 – Ouvindo: Coldplay – Fix You

O que se faz quando tudo que você faz não adianta para nada? O que se faz quando tudo o que você quer é só um pedido de desculpas e uma conversa sincera mas tudo o que você ouve é apenas o silêncio e o som do seu coração doendo e suas lágrimas rolando pelo seu rosto no escuro? O que se faz quando você não tem ninguém para conversar, quando você precisa aceitar palavras afiadas e superá-las para pôr em primeiro lugar um sentimento mais nobre? Eu estou cansado.

Cansado de me deixar ficar por baixo. Cada vez que um amigo me magoa, cada vez que supero uma ofensa, cada vez que tento ser melhor do que alguém tem sido comigo espero que minha atitude mude algo na pessoa, que ela perceba como se deve tratar um amigo, que ela aprenda ao menos como me tratar. Não há nada pior do que descobrir que tudo isso é em vão. Ver que meus esforços e esperanças são apenas sonhos bobos de uma criança crescida e que no mundo real as coisas não acontecem assim, ver que no mundo real as pessoas se tratam  mal e não ligam para o que as outras sentem, para o que pensam e para o que fazem. Dói ver que fora do mundinho imaginário e mágico que criei para mim as pessoas só pensam nelas mesmas, que o eu vem sempre em primeiro lugar e o outro é  só o outro.

É cruel saber que mesmo quando você se empenha, quando você faz o que pode e até mais do que deveria fazer, as pessoas ainda não se dão por satisfeitas, mesmo quando elas próprias não fazem nem um terço do que você faz. É doloroso saber que você não é entendido, que você é subjugado e que é você que tem que se acostumar com isso, que é você que tem que mudar. Isso é tão injusto. Você tenta seu melhor e não tem sucesso no que tenta, você tenta encaixar coisas em lugares que você sabe estarem errados, você ama alguém, mas isso é apenas desperdício de tempo e sentimento. Você ver o mundo andar em marcha ré, tudo o inverso do que você quer que seja, tudo na direção errada, tudo mal encaixado, tudo mal-entendido, tudo o inverso do que você sabe ser, tudo errado… Inclusive, você.

É você quem erra. É você que não entende. É  você que não sabe, que não encaixa corretamente. É você que anda na direção errada, você que se perde, você que enxerga mal e sente errado. É você. É você. Você. Você. Você! Só você. Sozinho e mais ninguém. Só.

É apenas um sentimento que você criou e parou sobre ele e agora está afundando rápido e deixando-se ser engolido por ele. É apenas uma chuva que jorra dos poços que são seus olhos, sem cansar, sem parar, rápida. É apenas o som de um tambor que há dentro de você, é apenas água correndo em suas veias. É apenas um vazio dentro de você onde um dia houve algo que pulsava. Eu já tentei consertar muitas coisas, já tentei relevar mais coisas ainda, já tentei reparar outras, mas… A única coisa quebrada de verdade parece ser eu, e eu… Eu… Eu não sei onde é quebrado, eu não sei o que consertar ou mesmo como consertar. Se eu sou quebrado por que sinto como se os outros fossem os quebrados? Por que me sinto assim? Por que não me consertam? Todas essas vezes de dor, de silêncio e lágrimas inversas… Eu tenho certeza que minhas rachaduras estão crescendo, se alargando e eu sei que um dia irei me desmontar, irei me quebrar sem volta. Eu só queria sentir que alguém cuida desse ser defeituoso que sou, sentir que alguém olha minhas rachaduras e procura me consertar, mas tudo o que sinto é… Vazio. E essas malditas palavras que ficam presas em minha mão e escorrem pela caneta!

Eu penso que devo me desligar dessas coisas, deixar ir embora as idéias que fortalecem quem eu sou, que me prendem a essas correntes e algemas de tudo em que acredito por que parece que isso não é certo. Que tudo é errado e feio. Se a gentileza sincera, o altruísmo e o amor não adiantam de nada, então que porra adianta? Devo eu ser rude, bruto, grosso, arrogante, egoísta e narcisista? Se sim, por que me sinto tão mal quando assim sou? Que merda me tornou assim? Que porra de vida é essa que tenho levado que nada faz sentido? Que tudo me ferra e me desgraça? Que tudo que é esperado que me traga felicidade, paz, amor, alegria e conforto só me deixa assim? Que tipo de pessoa é essa que supostamente devia ser meu apoio, mas só me derruba e só fica bem quando eu fico mal?

Estou esgotado desse mundo inverso…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s