– duas vezes

tumblr_l6u8wiy4pm1qbhwnxo1_500

Hora: 20:47 – Ouvindo: Plain White T’s – Hey There Delilah

E ali estávamos. Praticamente no mesmo lugar onde nos conhecemos, quase no mesmo horário até. Seus olhos cintilaram em minha direção como da primeira vez e minha respiração repentinamente me deixou. Nunca consigo mantê-la quando seus olhos esbarram nos meus e chegam acompanhados com seu tímido e fino sorriso. Na verdade, acho mesmo é que fico tão fascinado e enebriado com sua beleza que acabo esquecendo de respirar.

Seu sorriso veio em minha direção e me senti brevemente perscrutado por seus cintilantes olhos que refletiam, quase pude me ver dentro deles como se olhasse a superfície de uma lagoa azul. Procurei sorrir, mas acredito que o que saiu foi apenas um arquejo de surpresa, assim como da primeira vez. Desde o início até o fim sua beleza sempre me assustou e me deixou sem ações, especialmente quando agia de surpresa para comigo, as duas vezes – uma no começo e outro no término. Eu já deveria estar acostumado. E não esqueço seus olhos. Por que é tão díficil?

Da última vez quando enfim ouvi sua voz, depois do sorriso, esperei que fosse apenas aquilo, mas tomou minha mão na sua e me puxou para um abraço. E senti como se minha mente derretesse enquanto eu tentava decidir se aquilo era sonho ou realidade. Abraçou-me de perto e eu senti seu perfume, não sei se natural ou não, mas agradava-me incrivelmente. Fiquei meio bobo enquanto aqueles preciosos segundos escorriam. Nem lembro se fui apenas abraçado ou se também abracei, prefiro acreditar que envolvi seu corpo perfeito com meus braços também – apesar de eu não me lembrar disso. Disse-me um obrigado suave e doce em meu ouvido esquerdo enquanto eu me embebedava com seu cheiro e depois, ainda me abraçando, apertou mais os braços ao meu redor e me trouxe mais próximo de si. Céus, por que fez isso? Eu achei que poderia morrer feliz ali. Meu pescoço encontrou o seu e essa não foi a única parte minha que encontrou uma sua… Senti uma mão em minhas costas e desejei que ela escorresse para minha nuca e acariciasse meus cabelos. Eu estava tão envolvido que nem lembro de minhas mãos em seu corpo e me odeio por isso. Nosso abraço estava tão forte que pensei que seria difícil nos separa de novo.

Nas duas vezes que me surpreendeu eu fiquei bobo, sem ação, sem palavras, apenas via e sentia. As duas vezes vi apenas seus olhos cintilantes e todo o resto não importava de verdade. Senti apenas seu toque, seu cheiro, seu calor. As duas vezes me confundi, me enganei, me surpreendi e me embebedei com sua presença. Duas vezes. Verde de relva recém regada e azul de mar profundo ou noturno. O que você fez comigo?

“It’s so beautiful that makes you want to cry” (8)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s